Cada vez mais sentimos a necessidade de integrar o espaço interno de casa ao externo. Tendências como a natureza dentro de casa e a febre de varandas gourmet são alguns bons exemplos que refletem esse nosso desejo. Não à toa, o mercado de mobiliário cada vez mais investe em móveis para a área externa, principalmente em se tratando de um país tropical como o Brasil.

Além do design mais casual, móveis que serão usados ao ar livre pedem alguns cuidados. Separamos cinco dicas que te ajudarão na busca pelo móvel perfeito. Confira a seguir:

1 – RESISTÊNCIA É FUNDAMENTAL

Dicas para escolher os móveis para a área externa

Fibras sintéticas são um ótimo material para móveis ao ar livre.

Sujeito a intempéries como vento, chuva e luz solar, o móvel para área externa deve ser feito de materiais resistentes, que garantem a sua durabilidade. As fibras sintéticas são uma ótima escolha, pois foram pensadas para resistir aos fatores mencionados anteriormente.


2 – TECIDOS DEVEM SER IMPERMEABILIZADOS

Dicas para escolher os móveis para a área externa

O fato dos móveis para a área externa nem sempre estarem em locais cobertos corrobora com esta questão. Esqueça tecidos como seda e veludo e opte por modelos sintéticos de acrílico, couro náutico e vinil. Quando os móveis não estiverem em uso, vale usar da boa e velha lona para protegê-los.

3 – CONFORTO É FUNDAMENTAL

Sim, quem dera se pudéssemos passar a maior parte do nosso tempo em móveis ao ar livre, como passamos em nossos escritórios. Mas seu uso aleatório não significa que devemos relevar características como conforto e ergonomia, muito pelo contrário. O fato desses móveis serem usados em momentos de descanso só reforça a máxima “conforto é fundamental”.

4 – ESCOLHA MODELOS COMO CHAISES, ESPREGUIÇADEIRAS, BANCOS E PUFES

Esses modelos convidam ao relaxamento e comportam mais de uma pessoa nos dias de casa cheia. Portanto, esqueça aquela poltrona de design tradicional e arrisque trocá-la por uma chaise, por exemplo. No quesito design, formas mais arredondadas garantem a sensação de dolce far niente.

5 – INVISTA EM CORES E ESTAMPAS

A dica é válida desde que a cartela de cores e as estampas estejam em harmonia com a decoração da casa. Evite cores escuras como preto, azul marinho e marrom, pois além de absorver muito calor, elas vão de encontro ao conceito relax que o ambiente pede. Cores claras como o bege e tons pastel – em alta atualmente – são algumas escolhas certeiras.

Fonte: Lider



Comentários

comentários