Residência na Praia do Forte, BA, tem áreas de lazer e estar completamente integradas.

Casa Vogue / Carol Scolforo / Fotos Tarso Figueira

Esta casa na Praia do Forte, Bahia, tinha vocação para ser uma anfitriã das boas, mas já não comportava a quantidade de pessoas que atraía. Logo que veio a vontade de reformá-la, a equipe do Architects + CO – escritório liderado por Caio Bandeira e Tiago Martins – foi escolhida por suas ideias inovadoras. Após as mudanças, agora há um total de oito quartos e a dupla de profissionais, questionadora, reviu uma série de pontos importantes que tornam a casa prática e possível de ser usada durante o ano todo. A seguir, confira 6 boas ideias deste projeto:

1. Integração diferenciada

A integração da área de lazer com o living é muito comum nas casas de praia, mas esta vai além. Home theater e sala de jantar podem se conectar ou não ao living e ao espaço gourmet, com pergolado, varanda e piscina, além de spa.

2. Frescor e luz

A casa é aberta ao sol. Sobretudo, a planta evoca o conceito de “casa de pescador” e de simplicidade, segundo o arquiteto Caio: uma casa integrada, iluminada naturalmente.

3. Quartos amplos, mas nada de grandes closets

Em cada quarto, o foco são as camas king size. E, em vez de grandes armários, há roupeiros para toalhas, roupa de cama e travesseiros reservas. “Afinal, ninguém leva muitas roupas para a casa de praia”, afirma Caio. 

4. Fachada leve

5. Paisagismo em sintonia

O paisagismo assinado por Luiz Carlos Orsini segue a linguagem moderna da casa e dialoga com as cores do mobiliário, em tons de cinza e ameixa.

6. Obras de arte na mesma linguagem

Nomes poderosos integram a coleção de arte, mas não de qualquer jeito. Mario Cravo, Guel Silveira, Carlos Bastos, Jenner Augusto e Floriano Teixeira trazem o modernismo baiano em sintonia com a arquitetura. Uma curadoria e tanto.

Comentários

comentários