Jardins Corporativos: O passo a passo para construção e decoração

Jardins Corporativos: O passo a passo para construção e decoração

Um jardim é um espaço agradável e aconchegante. Por que, então, não incluí-lo nas empresas? Esses ambientes são ótimos para tornar o empreendimento…


Um jardim é um espaço agradável e aconchegante. Por que, então, não incluí-lo nas empresas? Esses ambientes são ótimos para tornar o empreendimento mais amigável tanto para os funcionários quanto para os clientes e os visitantes.

Pensando nisso, criamos este post. A seguir, listamos 5 passos sobre como criar jardins corporativos confortáveis e interessantes. Confira:

Escolha as espécies certas

Primeiramente, é importante não errar na escolha das plantas. Uma dica é investir em palmeiras, pois elas conferem verticalidade ao ambiente e não desprendem folhas com frequência. As espécies mais indicadas são:

  • palmeiras de tronco único: quando plantadas em grupo, elas criam sombra. Jerivás e coqueiros são os tipos mais populares;
  • palmeiras multicaules: elas são indicadas para compor barreiras que escondem ou disfarçam paisagens feias. Arecas e rabos-de-peixe são os tipos mais conhecidos;
  • palmeiras arbustivas: ótimas para cobrir muros, criar divisórias e formar maciços baixos, elas se adaptam bem à sombra. Rápis e camedóreas são os tipos mais usados.

Além das palmeiras, outras ótimas alternativas são os arbustos de folhas grandes e os floríferos, que dão cor e vida ao ambiente. Nesse último caso, é recomendado escolher plantas tropicais, como a ixora, a alpinia e a helicônia.

Use e abuse das técnicas de paisagismo

Fique atento a esse tópico, pois as técnicas de paisagismo são mais importantes do que as espécies de plantas escolhidas. Afinal de contas, alguns artifícios garantem o destaque aos projetos de jardins corporativos.

Sendo assim, lembre-se sempre de que a surpresa é um dos elementos mais importantes. A dica, portanto, é combinar áreas estreitas e pouco iluminadas com zonas amplas e claras. Essa variação vai despertar diferentes tipos de sensações durante as caminhadas pelo lugar.

Invista em móveis de qualidade

Os móveis de qualidade garantem o conforto e, mais do que isso, têm a durabilidade necessária para receber a interação de tantas pessoas: funcionários, clientes, visitantes que passam pela empresa etc.

Assim sendo, invista em móveis com bom material. A fibra sintética e a madeira cumaru são elegantes, resistentes e fáceis de limpar.

Incorpore elementos de branding

Só porque se trata de um jardim não significa que ele deva estar fora do projeto arquitetônico da corporação. Na verdade, é fundamental que cada canto da empresa esteja em harmonia.

Insira as cores do negócio no projeto paisagístico — por meio das flores ou dos tecidos que recobrem o mobiliário, por exemplo — e reforce a identidade visual!

Garanta a simplicidade da manutenção

Pense bem: com tantos objetivos para alcançar, é pouco provável que os empreendedores e os seus funcionários se preocupem com a manutenção de jardins corporativos. Justamente por isso, é preciso que a necessidade de regas seja mínima.

O ideal é que os cuidados sejam mensais (dessa maneira, os gastos com jardineiros será menor) e que a irrigação seja automática. Há muitas tecnologias acessíveis para garantir isso — não se esqueça de incluí-las no projeto.

Quer ajuda para desenvolver um grande projeto? Entre em contato com a Milênio Móveis, nós temos uma equipe totalmente preparada para atender as suas necessidades e realizar seus sonhos!

Conheça em nosso site a melhor opção para o ambiente que você deseja decorar!

Acesse: https://www.mileniomoveis.com.br/

 

Comentários

comentários