Série estilo moveleiro: entendendo tudo sobre o minimalismo

Série estilo moveleiro: entendendo tudo sobre o minimalismo

O minimalismo no design e na arquitetura é um estilo bastante específico, com origens próprias e características bem marcantes. Muito utilizado…


O minimalismo no design e na arquitetura é um estilo bastante específico, com origens próprias e características bem marcantes. Muito utilizado em residências e em ambientes corporativos mais requintados, essa tendência é sinônimo de sofisticação na contemporaneidade. Mas como aproveitar um pouco desse estilo tão particular na decoração da sua casa? Pois nós podemos ajudar! Então confira agora mesmo nosso post e aprenda tudo sober esse estilo que continua super atual:

Origens do minimalismo

O estilo minimalista surgiu na década de 1950, mas ganhou maior notoriedade no período pós-guerra norte-americano, entre 1960 e 1970. O minimalismo não deixa de ser uma vertente do modernismo do século XX, porém aplicado às artes, à arquitetura e ao design. Tendo surgido como uma forma de reação ao expressionismo abstrato do início do século XX — principalmente por meio dos trabalhos de Donald Judd, Agnes Martin e De Stijl —, o movimento adotou como lema o hoje em dia famoso bordão de que “menos é mais”, o que indica uma certa influência japonesa das teorias zen.

Principais características do estilo

Partindo do lema minimalista, o movimento tem se consolidado como sendo um estilo único e extremamente marcante que tem como objetivo reduzir a quantidade de informações em um ambiente, deixando os elementos em suas características mais essenciais e simplificando os espaços. E essa orientação transparece nos mais diversos aspectos. Vamos dar uma olhada nos principais?

Luz

Dá-se preferência à luz natural, à iluminação proveniente do sol. E para conseguir isso, os projetos costumam incluir paredes de vidro, claraboias, grandes janelas translúcidas e áreas intermediárias, como jardins de inverno, por exemplo.

Cor

As cores utilizadas por esse estilo variam, mas tendem ao branco, preto, bege e tons terrosos. O objetivo da palheta de cores é, geralmente, misturar-se aos elementos maiores do ambiente, como a cor das paredes e dos materiais utilizados no piso, por exemplo.

Mobiliário

O minimalismo prefere a utilização de mobiliário asséptico e simplificado. Por isso, suas linhas são geralmente retas e pouco curvas, mais funcionais do que propriamente decorativas.

Forma

As formas são, preferencialmente, geométricas e simplificadas. Repetem-se estruturas elementares do projeto arquitetônico — linhas das paredes, teto e janelas — na composição dos móveis e dos cômodos. Assim, quanto menor for a distração e intervenção no ambiente, mais próximo do efetivo minimalismo se estará.

Aplicação das referências em sua casa

Não é nada difícil adotar algumas dessas características em sua própria casa. Incialmente, procure reduzir ao máximo elementos de excesso nos ambientes. Para isso, priorize — e mantenha — peças fortes e marcantes que se misturem às cores do ambiente. Além disso, para as paredes e o mobiliário, escolha cores mais clean, próximas ao branco e aos tons terrosos, como o café e o bege, por exemplo.

Cores intensas não estão necessariamente proibidas, mas devem ser usadas com bastante cuidado. Se for realmente necessário, dê preferência ao preto, principalmente em objetos de destaque, como uma poltrona ou uma mesa de centro, por exemplo. Espelhos e vidros podem ser utilizados sem medo, principalmente em ambientes de grande circulação, que demandam muita luz e espaço.

E então, pronto para aplicar as características minimalistas na decoração de sua casa? Tem mais alguma sugestão sobre esse tema? Comente aqui e compartilhe suas impressões conosco!

——————————————————————————————————————————————————

Na Milênio temos uma equipe de profissionais que entendem o que você precisa para decorar seu ambiente, entre em contato ou dê uma passadinha para juntos, tomarmos um café!

Milênio Móveis

www.mileniomoveis.com.br
E-mail: [email protected]
Telefone: 11. 3815.8177
Rua Cunha Gago, 768 – Pinheiros – São Paulo – SP

 

Comentários

comentários